Close

Voc ainda no um membro? Registre-se agora.

lock and key

Log in.

Account Login

Esqueceu sua senha?

Horários de Funcionamento

Consultas: de 2ª a 6ª, das 8h às 18h. Marque já sua consulta.
Fisioterapia: de 2ª a 6ª, das 8h às 19h, somente com hora marcada.
Marcação de consultas e Fisioterapia: até as 18h.

A Cirurgia

Uma artroscopia, embora muito mais fácil em termos de recuperação do que uma cirurgia normal, ainda requer o uso de anestesia e equipamento especial de uma sala de operação hospitalar ou suíte cirúrgica. Esta anestesia pode ser geral, na espinha ou local, dependendo da articulação ou do problema do paciente.

Uma pequena incisão é feita para inserir o equipamento. Outras incisões podem ser feitas para observar partes da articulação ou inserir outros equipamentos, inclusive para cirurgias corretivas, caso indicadas.

Inicialmente, a artroscopia era apenas uma ferramenta de diagnóstico para cirurgias normais já planejadas. Com o desenvolvimento de melhores instrumentos e técnicas cirúrgicas, muitas situações podem hoje ser tratadas com sucesso através deste procedimento, como por exemplo, casos de rompimento do menisco do joelho e problemas associados com a artrite.

Outras desordens podem demandar a combinação de artroscopia e cirurgia padrão.

  • Procedimentos no pulso;
  • Reparo ou cirurgia do menisco (joelho ou ombro);
  • Reconstrução do ligamento anterior cruzado do joelho;
  • Remoção de tecidos inflamados do joelho, ombro, cotovelo, pulso ou tornozelo;
  • Reparo de ligamentos ou tendões rompidos, principalmente no ombro;
  • Remoção de pedaços soltos de ossos ou cartilagens do joelho, ombro, cotovelo, tornozelo e pulso.

Após a cirurgia, as incisões serão cobertas com uma compressa e o paciente será levado para um quarto. Muitos até mesmo dispensam medicações para dor.

Antes da dispensa médica, o paciente será informado sobre o cuidado para com a área operada, que atividades evitar e que exercícios realizar para ajudar na recuperação. Nas consultas seguintes o cirurgião irá inspecionar as incisões, remover as suturas caso existam e discutir a reabilitação.

O tamanho da cirurgia e o tempo de recuperação necessário irão depender da complexidade de cada problema. Ocasionalmente, durante uma artroscopia, o cirurgião pode descobrir que o ferimento ou doença não pode ser tratado exclusivamente com este procedimento. Uma extensiva cirurgia normal pode ser realizada enquanto o paciente ainda está anestesiado ou numa data futura, após discussão com o médico.