Close

Voc ainda no um membro? Registre-se agora.

lock and key

Log in.

Account Login

Esqueceu sua senha?

Horários de Funcionamento

Consultas: de 2ª a 6ª, das 8h às 18h. Marque já sua consulta.
Fisioterapia: de 2ª a 6ª, das 8h às 19h, somente com hora marcada.
Marcação de consultas e Fisioterapia: até as 18h.

Orientações Pós-Operatórias

Pós-Operatório Imediato

Após a cirurgia, você poderá sentir algum desconforto. O quadril terá um curativo compressivo volumoso e um dreno (um pequeno tubo plástico que serve para retirar o excesso de sangue que se acumula na área que acaba de ser operada), que permanecerá por 24 a 48 horas. A dor pode estar presente após a cirurgia, portanto provavelmente você estará ainda recebendo soro e medicamentos no primeiro dia. Após um ou dois dias, você já estará controlando suas dores com pílulas ou injeções. Sempre que necessário, solicite ajuda da equipe de enfermagem.

Um fisioterapeuta visitará você assim que você recuperar totalmente a consciência. Você iniciará sua fisioterapia fazendo exercícios de fortalecimento muscular e ganho de amplitude de movimento. Colabore! Estes exercícios devem ser realizados várias vezes ao dia, mas sempre acompanhado do fisioterapeuta. É mais fácil recuperar o movimento do quadril no início do tratamento! Não perca tempo! Se você quer voltar logo para casa, você precisará ajudar.

Após as primeiras 24 horas, dependendo das condições cirúrgicas e das suas condições gerais, o fisioterapeuta fará o início do treino de marcha, na tentativa de estimular os primeiros passos com o auxílio de um andador, muletas ou bengala, segundo as recomendações médicas e a capacidade de cada paciente. Você será orientado a realizar descarga de peso progressiva na perna operada, caso seja liberada pelo médico ortopedista. Você então deverá dividir o peso de seu membro operado com as muletas ou andador, lembrando que a perna deve estar aberta e o pé na posição neutra (não pode estar rodado para dentro!). Você poderá passar algumas horas na posição sentada, desde que a cadeira esteja na posição semi-ereta e o quadril não esteja dobrado em um ângulo menor que 90 graus.

Desta forma, recomenda-se que você estique a perna operada para frente, apóie-se nos braços da cadeira e então se sente descarregando o peso do corpo na região sacral e lombar (posição do tronco inclinada para trás). Até a alta hospitalar deverão ser realizadas estas atividades com aumento gradativo, sendo mais intensos em relação à amplitude de movimento e incentivados a realizar com mais freqüência aumentando sua resistência e força muscular.

artroplastia_posoperatprio_01Enquanto permanecer deitado, você terá um coxim triangular entre os joelhos, que servirá para manter as pernas esticadas e abertas (separadas uma da outra). Nas primeiras semanas após a cirurgia, devese evitar movimentos de ampla flexão do quadril, ou trazer a perna operada cru12 zada sobre a outra, bem como rodar esta perna para dentro, movimentos estes que podem luxar seu quadril. É recomendável ainda que você mude de posição com freqüência para evitar que apareçam escaras. Mas tome o cuidado necessário em relação aos movimentos que devem ser evitados. Não se deite sobre o lado operado nos primeiros dias após a cirurgia. A fisioterapia respiratória deve ser intensificada, pois neste momento você está mais preso ao leito. O fisioterapeuta irá insistir para que você tussa forte várias vezes ao dia, com o intuito de remover o acúmulo de secreção nos pulmões.

Alta Hospitalar

Você receberá alta hospitalar assim que o médico achar que você tem condições de continuar o tratamento em casa. Não se esqueça de tirar toda e qualquer dúvida, antes de ir embora do hospital. Você receberá orientações sobre medicamentos caso seja necessário. No dia da alta esperamos que você já consiga se sentar, andar com auxilio de muletas ou andador e sair do hospital sentado no banco do carona com a perna operada esticada. Não será fácil nos primeiros dias entrar e sair do carro. É sempre recomendável andar no banco da frente, com o encosto um pouco reclinado para trás. Sua atenção deve ser redobrada se o lado operado for o esquerdo. Apesar das dificuldades que você enfrentará nos primeiros dias, lembre-se sempre que será por pouco tempo. Logo você estará livre de todo este desconforto!

Primeiras Semanas Após Alta Hospitalar

Após a cirurgia, você passará por um período de recuperação. Progressivamente você estará apto para realizar todas suas atividades com menos dor e mais facilidade. Porém, você deverá tomar alguns cuidados, que prolongarão a vida útil de sua prótese. 13 Sua casa deve estar preparada para recebê-lo. Retire tapetes, móveis e objetos do seu caminho. Coloque uma cadeira alta, macia, de preferência com braços, em local agradável, para que você possa permanecer sentado durante o dia. Sua cama não deve ser muito baixa, assim como o vaso sanitário. Tenha ainda uma cadeira apropriada para banho. Você pode usar equipamentos que auxiliam você a pegar objetos no chão, calçar sapatos, dentre outros. Recomenda-se também que você tenha por perto um kit especial, contendo: controle remoto de TV, espelho, telefone, óculos e água. Você deverá realizar a higiene do local cirúrgico, lavando-o com sabonete e secando bem após o banho. A fita aplicada na cicatriz cirúrgica deverá permanecer o máximo de tempo possível para uma melhor cicatrização. É aconselhável medir sua temperatura pelo menos 2 vezes ao dia nos primeiros dias após o retorno para casa. Avise o médico caso a mesma ultrapasse os 38º. O inchaço é comum nos primeiros 3 a 6 meses após a cirurgia. Eleve sua perna colocando um rolinho sob seus pés por 15 a 20 minutos cada vez, várias vezes ao dia se necessário. Após sair do hospital, sua dieta deverá voltar ao normal. Tente evitar o consumo de café ou álcool. Lembre-se de cuidar do seu peso.

Paciente Deitado

Clique para ampliar

Clique para ampliar

artroplastia_posoperatprio_04

Clique para ampliar

As pernas devem ser mantidas abertas, separadas pelo coxim triangular ou então 2 travesseiros entre os joelhos. Você deve evitar dormir sobre o lado operado e 14 quando for deitar sobre o outro lado, deve manter o coxim entre os joelhos, afastando uma perna da outra. Não rode o corpo na cama para pegar algum objeto ao lado. Não tente pegar o cobertor no pé da cama sozinho. Solicite que alguém faça por você. Para levantar da cama, não saia de qualquer forma. Rode seu corpo, colocando as pernas para fora da cama e então se levante sem dobrar o corpo para frente.

Paciente Sentado

Clique para ampliar

Clique para ampliar

Você não deve se sentar reto nem com o corpo curvado para frente. É melhor que você se sente sobre a região mais alta da bacia (lombo-sacra), na ponta da cadeira inclinando o tronco para trás, com o peso do seu corpo na perna boa. Para levantar, tome os mesmos cuidados: sentado na ponta da cadeira, com a perna operada esticada, pé alinhado, pernas afastadas. Levante-se sem dobrar o corpo para frente, descarregando o peso na perna não operada e nas mãos que seguram o braço da cadeira. Você deve evitar cruzar a perna operada sobre o lado não operado. Para evitar a flexão ampla do quadril, não se deve sentar em cadeiras, cama ou vaso sanitário baixos.

Paciente Em Pé

artroplastia_posoperatprio_06

Clique para ampliar

Antes de levantar, certifique-se com seu médico se o tipo de sua cirurgia permite que você toque o pé no chão. Utilize muletas ou andador, colocando carga progressiva sobre a perna operada. Lembre-se de andar com as pernas afastadas, dedos do pé em linha reta, olhan15 do para a parte interna da coxa e do pé!!! Você pode dobrar o joelho do lado operado quando andar. Não fique em pé com sua perna virada para dentro. Não dê passos largos. Não rode o corpo quando for pegar algum objeto. Evite girar o membro operado sobre ele mesmo. Procure sempre rodar para o lado oposto, evitando assim a rotação interna do quadril e uma possível luxação. Não dobre seu corpo para frente, na tentativa de pegar algum objeto no chão. Peça que alguém faça por você!

Paciente No Banheiro

Procure não tomar banho em banheira, nem abaixar para pegar sabonete no chão. Tome banho no chuveiro, em pé, evitando o uso de tapetes e a presença de animais que possam fazê-lo escorregar, tropeçar e provocar tombos. Nos primeiros dias você poderá utilizar uma cadeira de banho quando precisar usar o vaso sanitário. Sente-se com as costas para trás e a perna operada esticada para frente. Não se sente com o corpo dobrado para frente.

Orientações Para o Dia-a-dia

Você deve, nas primeiras semanas, abster-se do trabalho e das atividades sexuais, não dirigir veículos, não colocar meias ou cortar as unhas dos pés sozinho. Mantenha a perna operada elevada. Você poderá voltar a dirigir entre 4 e 8 semanas. Porém, se seu carro não for automático, aguarde a liberação do médico. Siga as orientações de como você deve entrar e sair do carro, antes mesmo de voltar a dirigir. As relações sexuais podem ser reiniciadas após 4 a 6 semanas da cirurgia, em posições em que não causem riscos. Converse com seu médico, caso tenha alguma dúvida. Continue com os exercícios aprendidos no hospital. O médico encaminhará você para a fisioterapia o mais precoce possível.

Você poderá fazer caminhada assim que se sentir capaz. Porém lembre-se que ela não substitui os exercícios prescritos na fisioterapia. Não se esqueça! Os movimentos não voltam sozinhos. A natação também poderá ser realizada após a cicatrização cirúrgica completa. Porém, é sempre recomendável a supervisão de um profissional capacitado. A presença de um acompanhante será necessária até você sentir segurança ao andar mesmo com muletas ou andador. Qualquer alteração no quadril, dor torácica, inchaço nas pernas, secreção sangüínea ou purulenta no quadril deve ser notificada ao médico. Normalmente os pacientes podem voltar às atividades sedentárias após 4 a 6 semanas e após 3 meses poderão retornar progressivamente às atividades que exigem em pouco mais de esforço. É necessário compreender bem o mecanismo das artroplastias de quadril, pois nem sempre os tratamentos seguem a mesma linha de conduta, o que implicará em modificações e adaptações de acordo com cada paciente e complicação que por ventura tenha apresentado.